quinta-feira , 30 junho 2022

Brasil completa vacinação contra Covid-19 de metade da população

Ao todo, 106.874.272 brasileiros tomaram a segunda ou a dose única, o equivalente a 50,1% da população

Vacina contra a Covid-19
Foto: Cindy Ord/Getty Images via AFP

O Brasil chegou, nesta quarta-feira (20), a mais de 50% da população com esquema vacinal completo contra a Covid. Ou seja, metade dos brasileiros tomaram as duas doses da vacina ou o imunizante de dose única.

Foram as 651.053 segundas doses registradas nesta quarta que levaram o país a passar dos 50%. Também foram notificadas 292.943 primeiras doses, 40.389 doses únicas e 116.585 doses de reforço.

Com as doses registradas, já são 152.325.559 brasileiros com a primeira dose. Ao todo, 106.874.272 já tomaram também a segunda ou a dose única, o equivalente a 50,1% da população.

Vale, porém, destacar que a imunização só é considerada efetiva duas semanas após a aplicação da segunda dose.


Imunidade de rebano
Apesar dos números de vacinas recentes animadores no país, como atingir mais de 100 milhões de pessoas com o esquema vacinal completo e 50% da população imunizada, nesta quarta, tais dados devem ser vistos com cautela.

Com a variante delta, que se dissemina mais e com mais facilidade, a possibilidade de atingir a imunidade de rebanho se tornou uma realidade mais distante no mundo, segundo afirmou recentemente à Folha Denise Garrett, epidemiologista e vice-presidente do Instituto Sabin.

“Não existe um número mágico para a imunidade de rebanho”, disse a especialista. “Ao que tudo indica, o vírus está aqui para ficar. Como isso vai se desenrolar, vai variar muito de país para país.”

O poder da delta ficou claro em outros países com a vacinação consideravelmente mais avançada, como em Israel, por exemplo. O país já flexibiliza até mesmo o uso de máscaras, quando a delta começou a aumentar o número de infecções e reverteu as medidas menos restritivas.

Além disso, com o passar dos meses, percebeu-se a queda dos níveis de proteção das vacinas -algo que não chega a ser surpreendente- e se passou a verificar a necessidade de doses de reforço, pelo menos até o momento destinadas a pessoas mais velhas, pessoas com problemas de imunidade (uma terceira dose, na verdade) e profissionais de saúde.

Com isso, fica claro que, apesar do otimismo que os dados vacinais podem trazer, os cuidados preventivos básicos contra a Covid devem permanecer, inclusive o uso de máscaras.

Por FolhaPE

Veja Também

Canhotinho-PE: LEAL receberá o palestrante Frederico Menezes nos dias 02 e 03 – Participe!

O Lar Espírita André Luiz (LEAL), localizado no município de Canhotinho-PE, estará realizando um grandioso …

Canhotinho-PE: C&C Ótica realiza a promoção “estoura balão”, neste domingo (26)

A C&C Ótica estará realizando exames de vista neste domingo, dia 26, nas cidades de …

Canhotinho-PE: Vereador Dr. Robinho realizou distribuição de sopão para as comunidades de Tupi e Mucuri

O Vereador Dr. Robinho esteve realizando uma distribuição de sopão para as comunidades de Tupi …

Governo autoriza concurso público com 1,7 mil vagas para INSS e Receita Federal

São mil vagas para o INSS e 699 para a Receita Federal O Ministério da …

Já teve Covid? Saiba quanto dura a imunidade, o que muda na reinfecção e como estar preparado

Especialistas alertam que exposição ao coronavírus, por meio de vacinação ou infecção, não significa que …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *